Como é feita a manutenção das empilhadeiras?



Não espere a sua empilhadeira parar de funcionar para que você faça a manutenção. Todo cuidado é pouco para que se garanta o bom funcionamento do seu equipamento de trabalho.


É uma situação bem desagradável quando acaba o combustível ou energia de uma empilhadeira, esse acontecimento faz com que toda a produção ou funcionamento de uma empresa seja prejudicada.

Mas pior ainda, é quando o problema não se resolve com combustível ou energia elétrica, para isso alguns cuidados devem ser tomados, antes e depois da manutenção corretiva.


Sem sombras de dúvidas, optar pela prevenção é a melhor saída para que esses problemas eventuais não ocorram. A maioria desses contratempos são previsíveis e podem ser evitados com manutenções preventivas. Supervisionar a máquina e suas peças, garantirá que as mesmas tenham vida útil por mais tempo.


Além da manutenção preventiva, existem as manutenções corretivas e periódicas. Vamos comentar sobre a importância de cada uma delas para que você não fique com nenhuma dúvida.


Manutenção preventiva

 

É uma vistoria diária que deve ser feita feita pelo operador, o check list para a inspeção é:


  • Olhar a saúde do motor, se existe algum vazamento ou resquício de combustível ou óleo.
  • Verifique o nível do óleo do motor
  • Procure por rachaduras ou furos nas mangueiras do radiador da máquina
  • certifique se as correntes estão lubrificadas
  • Além de avaliar coisas básicas como: Freios e cinto de segurança.


Manutenção corretiva

 
 

manutenção corretiva é um tipo de reparo que exige um profissional mecânico, pois se trata de conhecimentos técnicos para sua reparação.


Você deve procurar por esse serviço, quando a sua empilhadeira sofrer alguma lesão que a impossibilite de voltar às suas funcionalidades, como problemas com o motor, alinhamento, rachaduras no pneu, dentre outros.


Por isso a revisão preventiva diária é tão importante, uma vez que não foi reparado vazamento de óleo no motor, a máquina continuará sendo utilizada e isso fará com que o equipamento pare de funcionar. Ou também, se o pneu estiver muito calibrado causará rachaduras na borracha, isso também pode ser evitado.


Manutenção periódica

 
 

Essa manutenção, envolve a troca de componentes e fluídos, e por consequência disso, deve ser efetuada por um mecânico. 


A reparação envolve a troca do:

  • Óleo da transmissão
  • Óleo do motor 
  • Óleo dos freios 
 

Cada empilhadeira tem a sua data de tolerância para o óleo ser trocado. Isso varia de 250 horas a 500 horas de funcionamento. Esse período você pode consultar no manual da máquina.


Obs: Todas as manutenções são obrigatórias por Lei, fique em dia com a sua revisão!


Se você sentiu que a sua máquina está precisando de reparos, nós temos a solução. Não fique adiando a manutenção ou revisão do seu equipamento de trabalho, garanta mais tempo de vida útil e possíveis complicações futuras.


Não queremos que imprevistos atrapalhem o fluxo de mercadoria de sua empresa, por isso oferecemos a você o contato de nosso serviço de reparação. Para conversar com nossa equipe técnica,  você pode entrar em contato pelo e-mail contato@coparts.com.br, ou clicando em “Fale Conosco” em nosso site  das lojas Coparts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados